PARCEIRO DO MEIO AMBIENTE

PARCEIRO DO MEIO AMBIENTE
Parceiro do Meio Ambiente: uma homenagem da Prefeitura do Rio de Janeiro

segunda-feira, 11 de outubro de 2021

PLANTIO DO "BOSQUE HAROLDO CAVALCANTE DE LIMA" NO PARQUE DO MARTELO

(Clique nas fotos para ampliar)

No dia  25/09/21 foi feito um mutirão de plantio de 32 mudas no Parque do Martelo, no local escolhido para ser o futuro Bosque Haroldo Cavalcante de Lima, em homenagem ao eminente biólogo, professor e pesquisador (JBRJ), um dos maiores especialistas da família Fabaceae no Brasil. Homenagem merecida a este Mestre generoso e sempre disposto a compartilhar seu conhecimento.

Foi um prazer participar desta singela homenagem dos moradores e frequentadores do Parque do Martelo a esse importante cientista, quando plantamos pitangueiras, grumixameiras, pau-brasil, guaçatonga, jaracatiá, embaúba, babosa-branca, angico, guabiroba, cabeludinha, ingá, aroeira-pimenteira, dentre outras, doadas pelo Jardim Botânico do Rio de Janeiro (JBRJ). A empresa Ciclo Orgânico apoiou o evento doando composto orgânico para enriquecer os berços das mudas. A maioria das mudas plantadas são frutíferas, o que vai ajudar a atrair e fixar principalmente a avifauna. 

Tivemos ainda o privilégio de fazer o plantio ao som de "As Quatro Estações", de  Vivaldi, pois uma vizinha colocou a caixa de som na janela do seu apartamento, que dá fundos para o parque, brindando-nos com essa obra-prima.

Foi inaugurada no mesmo dia uma trilha para facilitar o enriquecimento e a regeneração da vegetação do futuro bosque, idealizada e executada pelo professor e pesquisador Richieri Sartori (PUC-Rio), importante parceiro do Parque, fortalecendo as iniciativas da diretoria do Parque do Martelo e da Associação dos Moradores do Alto Humaitá (AMAH). 

O professor Richieri Sartori lançou recentemente com o professor André Scarambone Zaú (editores), o livro “Florestas aos Montes – A Recuperação das Matas do Rio de Janeiro”, pela Editora Letras e Versos. São vinte e um capítulos com os resultados dos trabalhos de mais de trinta pesquisadores de dez diferentes instituições, com foco na recuperação e na restauração ecológica. Você pode adquirir o livro neste endereço eletrônico: https://florestasaosmontes.lojavirtualnuvem.com.br/

(Sávio Teixeira)










































MUTIRÃO DE PLANTIO DO DIA 02/10/2021

Nosso mutirão de plantio do mês de outubro foi realizado no dia 02 (sábado) com a promessa de chuva, o que de fato aconteceu dois dias após o evento, melhorando as chances de sobrevivência nessa nova etapa de vida das mudas que foram plantadas: cajás-mirins (Spondias monbim), cambucás (Plinia edulis), embiruçús (Pseudobombax grandiflorum), grumixameiras (Eugenia brasiliensis), ingás-brancos (Inga laurina), jaracatiás (Jacaratia spinosa), jerivás (Syagrus romanzoffiana) e pau-brasil (Paubrasilia echinata). 

sexta-feira, 17 de setembro de 2021

MUTIRÃO DE PLANTIO DO DIA 11/09/21

E setembro chegou, com a expectativa da Primavera, das chuvas e das florações características do período, com destaque para os ipês. A pandemia persiste, mas a vacinação avança, renovando a esperança de um retorno à normalidade, apesar dos cuidados ainda necessários. Foi com essa energia de renovação que fizemos o nosso mutirão de plantio no dia 11/09/21 no Monumento Natural dos Morros do Pão de Açúcar e da Urca (MoNa Pão de Açúcar), com o plantio de 32 mudas de espécies nativas da Mata Atlântica fornecidas pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente da Cidade (SMAC): embiruçú

terça-feira, 17 de agosto de 2021

MUTIRÃO DE PLANTIO DO DIA 07/08/21

Nosso 7º mutirão mensal de plantio deste ano foi realizado em um dia muito bonito e agradável, o que estimulou a maior parte dos voluntários a subir pela trilha. Tivemos a participação inspiradora do Luca, de 3,5 anos, guiado pelo pai, Marcus Mannarino. Disposto e animado, ele plantou uma muda para cada ano de sua vida. Pequeno mas decidido. Parabéns, Luca. Você representa o futuro e a esperança de um maior engajamento das novas gerações com as demandas ambientais.

Plantamos mudas de ipê-amarelo (Handroanthus chrysotrichus), jerivá (Syagrus romanzoffiana), andá-açú (Joannesia princeps), cambucá (Plinia edulis) e paineira-rosa (Ceiba speciosa) fornecidas pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMAC).

Agradeço ao Marcelo Barros de Andrade, Gestor do MoNa Pão de Açúcar, e aos parceiros Bondinho Pão de AçúcarCoClima Brasil e Refloresta Rio, pelo apoio.

segunda-feira, 12 de julho de 2021

MUTIRÃO DE PLANTIO DO DIA 10/07/2021

(Clique nas fotos para ampliar)
O mutirão de plantio do mês de julho foi feito no sábado, dia 10, em virtude do grande afluxo de visitantes aos domingos ao MoNa Pão de Açúcar. Manteremos aos sábados enquanto perdurar a pandemia, para evitar maiores riscos aos participantes. Fez um belo e ameno sábado de sol, característico do inverno no Rio. Dentre os participantes tivemos a presença do Marcelo Barros de Andrade, Gestor do MoNa Pão de Açúcar, do Parque Natural Municipal Paisagem Carioca e Coordenador-Geral do Mosaico Carioca de Áreas Protegidas; do jornalista e ambientalista Caio Sales, do Projeto Verde Mar, acompanhado da esposa, Bia, e dos filhos Tom e Flora; e da Rita Mendes e da Roberta Guimarães, da CoClima. O Caio fez o registro do evento em vídeo para publicação no site da campanha Um Dia No Parque, que tem o propósito de estimular as pessoas a frequentar as Unidades de Conservação e mostrar a elas o quanto

domingo, 4 de julho de 2021

MUTIRÕES APÓS O INCÊNDIO DE 22/03/21 NO COSTÃO DO PÃO DE AÇÚCAR

(Foto: Nicole Wender)

No dia 22/03/2021 ocorreu mais um incêndio no Costão da face leste do Pão de Açúcar, abrangendo cerca de 700m² da parte baixa do Costão e causando grande dano principalmente à vegetação rupícola, que é a mais comum no local. Uma lástima em todos os sentidos, pois trata-se de área com forte inclinação e solo raso e pobre (alguns trechos com apenas costões rochosos). Outros agravantes são os ventos fortes e a salinidade comum à beira-mar. Tudo isso torna a recomposição da vegetação difícil e lenta. As bromélias são as que se recuperam mais rápido, por causa do seu cone permanentemente preenchido de água da chuva e do sereno, o que evita que ele se queime totalmente e facilita a recuperação, mas a nova geração (os filhotes) que vão se desenvolvendo no caule com a missão de substituir o cone principal após a floração, foi toda destruída. 

sábado, 12 de junho de 2021

MUTIRÃO DE PLANTIO DO DIA 06/06/2021

O mês de junho é emblemático para a área ambiental, com o Dia Mundial do Meio Ambiente (05) e a Semana Nacional do Meio Ambiente. É também referencial para o Projeto Pão de Açúcar Verde, que está completando 19 anos, o que tornou o mutirão de plantio do dia 06/06 um evento muito especial. 
Outro fato interessante foi que pela primeira vez tivemos um cadeirante participando de um dos nossos mutirões de plantio. O Vítor Prudêncio, acompanhado da mãe, dona Nabila, nos deu a honra da presença, demonstrando que desafios foram feitos para serem superados, o que ele já vem fazendo em

quarta-feira, 26 de maio de 2021

MUTIRÃO DE PLANTIO DO DIA 23/05/2021

Nosso mutirão de plantio de maio no Monumento Natural dos Morros do Pão de Açúcar e da Urca (MoNa Pão de Açúcar) só pode acontecer no dia 23, especialmente por causa das chuvas que teimavam em cair nos finais de semana ou um pouco antes, o que prejudicava também o preparo, ou seja, a ida a campo para fazer as covas/berços para as mudas que seriam plantadas. Mas insistimos em fazer ainda em maio e valeu a pena, pois fez um belo dia de sol ameno de outono, estimulando os voluntários a subirem pela trilha do Morro da Urca e desfrutando um pouco mais da natureza exuberante do MoNa Pão de Açúcar. Não pude estar presente neste mutirão, por isso ele foi coordenado pelo André Laucas e pela Mônica Welker, diretores do Instituto Ecoflora, que conduziram o evento com a necessária presteza para que tudo corresse bem. 

Foram plantadas 30 mudas de espécies da Mata Atlântica: palmeira jerivá (Syagrus romanzoffiana), jaracatiá (Jacaratia spinosa), araribá-amarelo (Centrolobium tomentosum), guarajuba (Terminalia

domingo, 21 de março de 2021

O VIVEIRISTA DO TERRAÇO (21/03/2021)

Conheci o Hélio de Mello Filho, um paulistano de 57 anos, que reside no Rio há 16, por indicação da
Mônica Claro. Ela me disse que eu deveria conhecê-lo porque ele tinha transformado o terraço do
 prédio onde mora, em Botafogo, em um viveiro de plantas. Agendei com ele e em um belo dia de sol ardente de verão, lá estava eu subindo com o Hélio a escada que dá acesso ao terraço do prédio, onde me deparei com um viveiro de grande variedade de plantas, muitas delas já produzindo frutos, distribuídas por cerca de 350m² de área descoberta. Tudo mantido com a preciosa ajuda do "seu" Laurentino, que reside e trabalha no prédio há 50 anos. 

Essa singela e inusitada missão começou há cerca de 5 anos, quando o Helio coletou sementes de uma pitangueira do quintal da casa dos seus pais, em São Paulo. Ele as trouxe para o Rio, plantou em uma bandeja de isopor e, surpreendido, viu-as germinar em seu apartamento. Com o crescimento das

segunda-feira, 8 de março de 2021

MUTIRÃO DE PLANTIO DO DIA 07/03/2021

(clique nas fotos para ampliar)

Nosso mutirão mensal de plantio do dia 07/03/21 no Monumento Natural dos Morros do Pão de Açúcar e da Urca (MoNa Pão de Açúcar) aconteceu após forte chuva que caiu na noite anterior e ainda com previsão de mais chuva para o dia do evento. Otimista, acreditei que teríamos uma janela de tempo bom suficiente para fazermos o plantio, o que de fato aconteceu, apesar de um discreto chuvisco que não comprometeu a atividade. O tempo úmido e a garoa formaram as condições ideais para o plantio, aumentando as chances de sobrevivência das 30 mudas de espécies da Mata Atlântica, fornecidas pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMAC): abiu-amarelo-da-restinga (Pouteria caimito), amendoim-bravo (Pterogyne nitens), cajá-mirim (Spondias mombin), embiruçú (Pseudobombax grandiflorum),  ipê-roxo (Handroanthus heptaphyllus) e palmeira-jerivá (Syagrus romanzoffiana).